O Sarau do Bananal começou nesse ano de 2019 na Pompeia, na rua Barão do Bananal, 1445. O músico e antropólogo Meno Del Picchia abriu sua casa e, ao lado de Gabriela Sousa produtora da Filtro e de seu parceiro músico Allen Alencar, somou forças num ano politicamente intenso para celebrarem a criação artística.

Numa capital cinza e atomizante a intenção é  reunir as pessoas, trazer poesia e música, instigar a reflexão, intensificar os encontros. O duo Amarelo ( Meno e Allen) é a banda anfitriã do Sarau que na primeira edição recebeu a cantora Soledad e o poeta Brunno FSC e na segunda edição recebeu Gui Amabis e Regis Damasceno com abertura especial do poeta Arruda. O Sarau começa com o show do Amarelo seguido por essas apresentações especiais, seguido, finalmente, pelo momento do microfone aberto onde qualquer pessoa presente pode realizar uma performance artística de qualquer natureza.

Viva os encontros e vida longa a todos os Saraus de São Paulo!

Por Meno Del Picchia